Aikido

O Aikido foi criado no Japão pelo mestre Morihei Ueshiba, adaptando técnicas praticadas em antigas artes marciais, umas de luta corpo a corpo, outras onde se fazia uso de armas.

O Aikido não é contudo praticado como uma luta, e a sua vertente de defesa pessoal não esgota de forma alguma a sua definição.

No Aikido estuda-se o desequilíbrio, a não-resistência, a relação com o centro próprio e o centro do atacante. O seu trabalho exprime-se sobretudo através da utilização de movimentos circulares. Há no aikido um estudo constante da atenção, do olhar, da respiração, da atitude...

Servindo como base de um interessante trabalho sobre si-próprio, com o outro, o Aikido desenvolve a auto-confiança, a serenidade e a saúde.

No Aikido trabalha-se sempre de forma cuidadosa e controlada, com respeito pela integridade física própria e do parceiro de prática. A energia dos ataques é conduzida de forma a dissipar-se.

Da prática do Aikido fazem parte vários tipos de trabalho, entre os quais se destacam:

  • Preparação - Exercícios respiratórios, de flexibilidade, de deslocação, de equilíbrio, etc.;

  • Quedas - O estudo das quedas é muito importante, por questões de segurança e pela autoconfiança que proporciona;

  • Técnicas de Projecção - Trabalho em que um dos praticantes é projectado, executando uma queda;

  • Técnicas de Imobilização - Imobilizações, em geral através de chaves sobre as articulações;

  • Armas - No Aikido são utilizadas armas de madeira: Jo, Bokken e Tanto (bastão com c. 1,30m, sabre e punhal, respectivam

Mestre: José Carlos Barata

Treinador Nivel I

poster_2020-02-20-034421.png